domingo, 25 de novembro de 2012

AGRADECIMENTOS E BREVE ANÁLISE DO TEMA : Dízimo em contradição a Graça



AGRADECIMENTOS

Eu,  J.C. de Araújo Jorge, servo do Deus Altíssimo e menor discípulo de Cristo, agradeço por ter sido chamado pelo meu Salvador e Senhor Jesus Cristo na pessoa do Espírito Santo, para proclamar e alertar sobre o que tenho aprendido nos ensinos bíblicos  neotestamentário. Como também, sou grato por mais esta oportunidade de poder divulgar de maneira simples e ao mesmo tempo respaldado pelo Novo Testamento, a verdadeira forma de ofertar e contribuir na Igreja de Cristo, no período da Nova Aliança.  ( II Cor 9.  7 )

Agradeço ao irmão  Antonio Vergilio Vicente por proporcionar-me um estudo completo daquilo que ardia no meu coração por alguns anos, quando também recebi do Senhor o entendimento do que realmente significava contribuir para a obra de Cristo na propagação do verdadeiro Evangelho da Graça.

Sou grato a minha esposa e adjuntora fiel, a qual sempre esteve ao meu lado desde o início de minha caminhada cristã, compartilhando das porções que o Espírito Santo revelava-me nas Escrituras Sagradas; principalmente no Novo Testamento, onde encontra-se a verdadeira orientação e os ensinamentos para o povo da Nova Aliança.

E não somente isso, mas tenho o privilégio de transmitir tudo o que tenho recebido de graça e pela Graça, no sentido de abençoar a tantos quantos tem fome e sede de justiça. Tarefa não pouco árdua, quando confrontada por alguns opositores das verdades contidas no Evangelho de Cristo; e mais recentemente, o esclarecimento bíblico da verdade sobre a não validade do dízimo nos dias atuais.
Tema dos mais polêmicos, senão o mais combatível de todos, pois envolve dinheiro, que é um assunto altamente espiritual.

E por essa conveniência,  alguns dirigentes evangélicos e adeptos do dízimo fazem do mesmo a sua principal apologia, defendendo de forma espantosa a obrigatoriedade desse imposto (compulsório) da lei levítica, o qual teve validade somente na Antiga Aliança.

Entretanto, muitos ministros por falta de discernimento entre a Nova e a Antiga Aliança (vinho novo em odre velho), associado a tradição religiosa (dogmas); ou mesmo por interesse de alguns em impôr mais esta heresia na Igreja, com o pretexto de se conseguir maior estabilidade financeira para que sua denominação prospere como instituição religiosa; e não exatamente  para que haja um crescimento espiritual na Igreja constituída como Corpo de Cristo.

E para isso, fazem uso de textos fora de contexto, na tentativa de que o pleno conhecimento das Boas Novas não chegue às suas ovelhas. Agindo dessa forma, os referidos dirigentes  evangélicos não terão que ensinar a prática de ofertas voluntárias aos membros de suas congregações.


Pois, se a verdade sobre o dízimo for pregada como nos ensina o Novo Testamento, eles perderão o controle terrorista sobre a sua membresia; pois até para tais dirigentes cumprirem a lei levítica da velha aliança não seria viável, assim como não foi para os escribas e fariseus de Mateus 23. 23, os quais foram reprovados pelo Senhor Jesus por não cumprir a lei mosaica de forma integral, conforme prescrito em Deuteronômio 26. 13; posto que tais religiosos que mostravam-se extremamente zelosos, pois dizimavam até nas mínimas coisas (endro, cominho e hortelã ). 



Entretanto, negligenciavam a justiça, a misericórdia e a fé; pois eles dizimavam além para encobrir o que faziam de menos; ou seja, usurpavam a parte que cabia aos órfãos, as viúvas e os estrangeiros (necessitados - não cristãos). Isto é, os mesmos não tinham fé para ajudar aos estrangeiros; não tinham misericórdia para com aos órfãos e as viúvas desamparadas. Contudo, não cumpriam a justiça, pois a Lei levítica não estava sendo corretamente aplicada.  


 Conclui-se que, para que a plenitude do Evangelho do reino seja pregado, importa a esses dirigentes evangélicos a necessidade de cumprir o chamado de trabalhar na obra, ou seja, pastorear de fato. Pois, quando se é  apascentado em amor, também se tem  alegria em contribuir voluntariamente, isto é, em forma de ofertas de justiça proposto pelo coração e não por mandamentos carnais.

Portanto, o percentual levítico da Antiga Aliança foi abolido por Jesus Cristo na Cruz do Calvário. Assim sendo, a forma de contribuição não se faz mais por força de lei e sim por amor, como nos ensinou o apóstolo Paulo, doutrinador da igreja gentílica e principal sistematizador do Novo Testamento.

"Cada um contribua segundo tiver proposto no coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria".
II Cor  9. 7
A VERDADEIRA FORMA DE CONTRIBUIÇÃO É AQUELA QUE É MOVIDA PELO AMOR E NÃO POR MANDAMENTOS CARNAIS.

Portanto, a quem muito é pastoreado em amor, muito mais será liberal para praticar OFERTAS DE JUSTIÇA.

"O QUE DIZ A VERDADE MANIFESTA A JUSTIÇA;
                               PORQUANTO,
NADA  PODEMOS  CONTRA  A  VERDADE,
SENÃO  EM  FAVOR  DA  PRÓPRIA  VERDADE"




Paz  Seja  Contigo!

8 comentários:

  1. A Paz do Senhor, irmão Jorge. Agradeço por ter visitado o meu blog e conforme sua solicitação, seu comentário foi respondido.
    Jurema de Souza Martins
    http://preletorajurema.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá... Tudo bem? Venho desejar a vc e toda sua família uma pascoa cheia de graça e paz.
    Páscoa significa Passagem: para os judeus foi a passagem da escravidão para a liberdade. Para nós, é a passagem da morte para a vida. Vida com Cristo. Mas Cristo não permaneceu morto, pois ao terceiro dia ressuscitou. Vamos nos alegrar em família e comemorar tão grande dádiva.
    FELIZ PASCOA!
    Missionária Cleusa Klein.

    ResponderExcluir
  3. A Paz irmão! te convido a escrever guest post para meu blog , semanalmente se puder!

    Irmão Tamura

    ResponderExcluir
  4. Olá, J.C, a paz de Jesus. Obrigado pela visita. Tudo bem? Vendo o quão rico, evangelizador e substancioso é o seu blog, venho convidar você para ser seguidor(a)do meu, que também é cristão.
    http://lennyjornalistacatolico.blogspot.com.br/

    Vamos crescer a corrente em prol da evangelização e do Reino de Deus. Fique em paz e que Deus abençoe você e sua linda família.

    ResponderExcluir
  5. Agradeço por sua visita em meu blog. Tenha um ótimo dia!
    Abraços, Márcia.

    ResponderExcluir
  6. Querido irmão JC, gostei muito de seu blog, muito edificante, já estou seguindo, caso queira conhecer meu blog, ficarei muito feliz, o link é:
    http://blogadrianormontes.blogspot.com.br/
    desde já agradeço, que o SENHOR nosso DEUS, continue lhe abençoando grandemente!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Multiplicador Jorge, boa tarde! Venho em nome do blog Educadores Multiplicadores.
    Educador, você já conhece nossos novos parceiros?

    Estamos convidando você a:
    - Conhecer os novos blogs divulgados;
    - Saber quem são os multiplicadores do mês;
    - Retribuir comentário em sua postagem (caso tenha), (encontre seu blog de forma fácil através de página ‘índice’);
    - Deixar um comentário para outro blogueiro e ele o retribuirá;
    - Aproveitar a visita e fazer novas parcerias/seguidores;
    _ E Também saber as novidades.

    http://www.marquecomx.com.br/
    http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/

    O projeto crescerá com a união e a divulgação de todos nós. Mais uma vez, obrigado pela parceira e amizade.
    Excelente semana, fiquemos na Paz de Deus e até breve.

    ResponderExcluir

As refutações serão devidamente respondidas!
Não serão publicados comentários com os seguintes conteúdos:
- Palavrões;
- Conteúdos Ofensivos;
- Comentários Anônimos;

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...