domingo, 15 de outubro de 2017

JUÍZO FINAL: Falso profeta X Igreja de Cristo.


REPROVADOS POR CRISTO

OS  FALSOS  PROFETAS

Antes de fazer algum comentário sobre os falsos profetas do nosso tempo, gostaria de enfatizar que muito antes dos mesmos se intitularem como "profetas", foram plantados na igreja de Cristo como joio que cresceu no meio do trigo e se estabilizaram, conforme parábola a seguir:

Outra parábola lhes propôs, dizendo: o reino dos céus é semelhante a um homem que semeou boa semente no seu campo;
mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou o joio no meio do trigo e retirou-se.
E, quando a erva cresceu e produziu fruto , apareceu também o joio.
Então, vindo os servos do dono da casa, lhe disseram: Senhor, não semeaste boa semente no teu campo ? Donde vem, pois,
o joio ?
Ele, porém, lhes respondeu: Um inimigo fez isso. Mas os servos lhe perguntaram: Queres que vamos e arranquemos o joio ?
Não ! Replicou ele, para que ao separar o joio, não arranqueis também com ele o trigo.
Deixai-os crescer juntos até a colheita, e no tempo da colheita, direi, aos ceifeiros: ajuntai primeiro o joio, atai-o em feixes para ser queimado; mas o trigo recolhei-o no meu celeiro.
Mateus 13. 24 - 30


Segundo meu entendimento, o ensinamento do Senhor Jesus na parábola do joio, o homem em questão que semeou a boa semente, representa o Senhor Jesus que, através do Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo.

A boa semente, são aqueles que ouvem as Boas Novas do Evangelho e recebe Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas, passando a viver em novidade de vida.

Os homens que dormiam, são os dirigentes da igreja de Cristo que dormem ao se envolver com as diversas formas religiosas, com a boa intenção de crescer e prosperar, porém sem vigilância.
A falta de discernimento espiritual de algumas lideranças evangélica, permite que o inimigo (diabo)  semeie o joio no meio do trigo, plantando seus escolhidos no seio da igreja.
O dom de discernimento de espíritos, permitiria aos ministros de Cristo que os candidatos ao batismo, não passassem pelas águas até que sua libertação fosse totalmente plena. Mas, ocorre muitas vezes de pessoas não libertas serem batizadas, membradas e acolhidas junto a membresia do corpo. Permitindo desta forma que os mesmos cresçam juntos ( joio e trigo ) e que ocupem cargos importantes no seio da igreja. 
Por isso,  não é prudente ao identificar o joio já estabilizado no corpo ministerial, arrancá-lo do seu lugar, mas sim, que se administre com sabedoria tal situação desagradável. Pois, se os mesmos forem denunciados e banidos, levaram consigo também o trigo, disseminando entre os membros do corpo: discórdia, divisões e até abertura de seitas.

O dono da casa representa  o  Senhor Deus  e  os  servos,  os  santos anjos de Deus, que pedem permissão ao senhor Jesus para arrancar o joio.  O que não lhe foi permitido até que cresçam juntos ( joio e trigo ) e os anjos recebam  permissão  para a  devida separação  no  tempo da colheita  (Juízo Final).

Nem todo o que diz: Senhor, Senhor! entrará no reino  dos céus, mas aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus.
Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?
Então lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.
Mateus 7. 15-20 , 21-23

Conforme relato bíblico acima, os que profetizavam, expulsavam demônios e faziam muitos milagres, foram reprovados por Jesus por praticarem iniquidade. São os mesmos que o diabo semeou, cresceram e deram frutos, porém o Senhor Jesus nunca habitou no coração deles. Porque eram  joio  que  se  tornaram  falsos profetas. 



CRENTES DESVIADOS
Mateus 25. 41 - 46

Sinceramente não acredito que exista cristão desviado, pois aquele que entendeu o sacrifício de Jesus na cruz do calvário e nasceu de novo, jamais conseguiria desviar-se do Caminho que conduz a Vida.
Quanto ao crente desviado acredito plenamente; pois crê em Deus até o diabo crê e estremece, podendo ser considerado o primeiro crente desviado a se ter notícia.
Os crentes desviados são também aqueles que, apesar de ter recursos da igreja ou deste mundo, não se importam em alimentar o que tem fome, saciar o sedento, hospedar o forasteiro, vestir o que estar nu, nem visitar os enfermos e encarcerados. Porque, ao deixarmos de fazer o bem aos mais pequeninos e necessitados, deixamos de fazer ao próprio Senhor Jesus. Portanto os desviados podem praticar bastante religiosidade gospel e apresentar-se politicamente corretos. Porém,  naquele grande Dia,  também   serão  reprovados.


                       IGREJA   DE  CRISTO

Quando vier o Filho do homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então se assentará no trono de sua glória;
e todas as nações serão reunidas em sua presença,e ele separará um dos outros, como o pastor separa os cabritos as ovelhas;
e porá as ovelhas a sua direita, mas os cabritos, à esquerda;
então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.
Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me deste de beber; era forasteiro, e me hospedastes;
estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me.
Então, perguntarão os justos: Senhor quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber?
E quando te vimos forasteiro e te hospedamos ? Ou nu e te vestimos?
E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar?
O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me.
E eles lhe perguntaram: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos!
Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixaste de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer.
E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.
Mateus  25.  31-46


CONCLUSÃO

Quanto aos crentes reprovados acima, creio sinceramente serem todos aqueles que apesar de ter recursos da Igreja (dirigentes) ou mesmo deste mundo (crentes afortunados), não se importam em alimentar os que tem fome, saciar o sedento, hospedar o forasteiro, vestir o que está nu, nem visitar os enfermos e encarcerados. Porque, ao deixarem de fazer o bem aos mais pequeninos e necessitados, deixarão de fazer ao próprio Senhor Jesus.

Portanto, os religiosos desviados, podem estar politicamente corretos; porém, também serão reprovados naquele grande Dia.


Paz seja com todos,
JC de Araújo Jorge



sábado, 7 de outubro de 2017

ARREBATAMENTO: Ainda não é o fim e ocorrerá antes que o Evangelho seja pregado a toda criatura...



Permita-me expressar minha opinião sobre o grande evento que está próximo de acontecer.
Entretanto, muitos cristãos tem aprendido de forma equivocada em suas igrejas que,  o arrebatamento da Igreja só poderá ocorrer quando o Evangelho for pregado à toda criatura; e por discordar de tal afirmativa, passo a fazer uma breve descrição sobre os principais acontecimentos do Apocalipse.

ETAPAS DO FIM


I. Arrebatamento da metade da Igreja (prudentes) juntamente com o Espírito Santo que não estará mais na Terra durante o período da grande tribulação. Os cristãos arrebatados com seus corpos glorificado irão ao encontro do Noivo nas nuvens para receber galardões, segundo obras verdadeiramente evangelísticas.

II. Retorno de Cristo com a Igreja glorificada para salvar os remanescentes judeus que se arrependeram de ter rejeitado o Messias, os quais clamarão pelo Seu socorro no final da grande tribulação.

III. Prisão do falso profeta e do anticristo para estabelecer o governo milenar de Cristo na Terra, juntamente com a Igreja glorificada.

IV. Os judeus de corpos não glorificados pregarão a todas as nações, as quais pela ausência do mal, ou seja, pela prisão definitiva do anticristo juntamente com o falso profeta e do próprio satanás (o dragão) por mil anos, fará com que todos os moradores da terra aceitem de bom grado o Evangelho do Reino.

 V. Com o fim do Milênio, satanás será solto por um pequeno período de tempo. E isso, para provar a conversão da totalidade dos povos que serão evangelizados pelos judeus remanescentes de Israel; posto que as referidas conversões ocorrerão pela ausência do mal e não pela fé.

VI. Os que passarem para o lado de satanás, farão guerra contra Cristo na grande batalha do Armagedom e serão todos lançados no lago de fogo, inclusive os que não estão escritos no Livro da Vida e do Cordeiro.

VII. Por fim, todos os salvos com corpos glorificados não necessitarão mais da Terra, porquanto a mesma será destruída e habitaremos para sempre na Jerusalém Celestial.


CONCLUSÃO

O reinado do anticristo terá 3 anos e meio de falsa paz que, segundo entendimento bíblico do Livro do Apocalipse, o anticristo implantará um sinal na mão direita ou na fronte; marca esta (666),  indispensável para que todos possam fazer parte dos sistemas: trabalhista, financeiro, político/religioso e todo tipo de compras e vendas comerciais.
  

Acredito que o anticristo estabelecerá um trono em Jerusalém,  para ser reverenciado e adorado pelo judeus, como se fosse o próprio Cristo. O abominável da desolação, no lugar onde não deveria estar, descrita no livro do profeta  Daniel 12. 11.
  As pragas descritas no livro do Apocalipse terão início no segundo período dos 7 anos, ou seja, nos 3 anos e meio restantes, quando então o anticristo juntamente com o falso profeta será desmascarado pela nação de Israel, a qual não lhe dará mais adoração como se fosse o Cristo, posto que ele não poderá combater os flagelos do Apocalipse profetizado pelas duas testemunhas. E isso, fará com que Israel sofra por parte do anticristo a grande tribulação propriamente dita, proferida pelo próprio Senhor Jesus e registrado no capítulo 24,  nos versículos de  15  de  ao  31  do Evangelho de  Mateus. 
"Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel,
no lugar santo (quem lê entenda)..." 

Sabendo-se que, só os remanescentes que se arrependerem  de ter rejeitado o verdadeiro Cristo pela pregação das 2 TESTEMUNHAS e que clamarem por socorro serão salvos ao completar os 7 anos de angústia. O que culminará com a descida de Cristo com Sua Igreja glorificada, O qual dará ordem ao Arcanjo para lançar vivos e de forma definitiva, o falso profeta e o anticristo no lago de fogo, como também prenderá satanás por mil anos, quando então Cristo iniciará Seu governo milenar na Terra. Período este em que os judeus (de carne e osso) remanescente da grande tribulação, terão a missão de pregar o Evangelho do Reino a toda criatura, porquanto a  Igreja arrebatada e glorificada,  terá o privilégio de reinar com Cristo no milênio.

Ao término do governo milenar satanás será solto por um breve período de tempo, quando se provará se as conversões ocorridas no milênio foram por fé ou pela ausência do mal.
Muitos serão seduzidos por satanás e  arregimentado para guerrear contra o Cristo na batalha do Armagedom. E, após a vitória total do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, haverá o juízo final, como também passará o céu e a terra (destruição das coisas materiais) e finalmente reinaremos eternamente com Cristo na Jerusalém Celestial.

Oremos e vigiemos, pois o arrebatamento da Igreja poderá ocorrer a qualquer momento. 
Portanto, esse grande evento, não está atrelado a pregação do Evangelho à toda criatura, a qual só ocorrerá no final do milênio, conforme exposição acima.


Paz Seja Com Todos,
JC de Araújo Jorge

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...