quinta-feira, 20 de novembro de 2014

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL: Mito Religioso ou Reunião de Neófitos?



A VERDADE DOS FATOS

1. Não vejo aproveitamento da E.B.D. na forma como se apresenta, ou seja, revistas comentadas por homens religiosos com objetivos promocionais e de pouca revelação das Escrituras Sagradas, principalmente falta de interesse em entender os escritos neotestamentários, dando primazia a lei e os profetas que vigoraram até João Batista; esquecendo-se que, não basta somente receber o Salvador, mas é necessário que o Senhorio de Cristo (Caminho) se manifeste em nossas vidas pela observância dos ensinamentos das Boas Novas do Evangelho e das cartas apostólicas dirigidas a Igreja de Cristo.


2.  Esse método de "ensino", engessado e sem unção, não tem como atrair frequentadores, mesmo que se faça altos investimentos em sala de aula.


3. Para ensinar a Palavra de Deus é imprescindível que se tenha o Chamado do Alto, o que normalmente não acontece. Portanto, corre-se o risco  de estar cometendo um desserviço ao Reino.


4. O que eu pude observar em várias denominações que usa a E.B.D. como instrumento de ensino é que, sem saber seus pseudos professores quando expressam sua opinião extra revista, os alunos saem mais confusos do que quando entraram em sala de aula, basta perguntar aos mesmos logo em seguida, sobre o que foi ensinado.


5. Não basta ter orgulho da E.B.D, é preciso analisar a situação com olhos espirituais, não de forma simplista, colocando a culpa nos cristãos que pouco frequentam a referida reunião da E.B.D.


6. Em minha opinião, o Estudo Bíblico deveria ser realizado por alguém com Chamado Ministerial de Mestre e com aptidão para o ensino, consagrado e capacitado pelo Espírito Santo para o entendimento não só da letra, que até o diabo conhece, mas principalmente da  Palavra revelada.


7. Discordo da fragmentação do ensino em classes distintas, com exceção das crianças. Portanto, sou a favor de ESTUDO BÍBLICO em turma única, sem contudo fazer uso de revistas, como já dito anteriormente. Porque a Escritura Sagrada e principalmente o Novo Testamento, é fonte de toda sabedoria para nossa caminhada cristã.




APESAR DE NÃO FAZER CORO COM A MAIORIA, ESPERO QUE DE ALGUMA FORMA POSSA TER CONTRIBUÍDO NA ELUCIDAÇÃO DESTE TEMA TÃO MAL COMPREENDIDO POR ALGUNS E GERANDO MOTIVO DE ORGULHO EM TANTOS OUTROS.


GOSTARIA QUE OS AMADOS LEITORES CONSIDERASSEM ESTE POST NÃO COMO CRÍTICA, MAS SIM COMO UMA PEQUENA COLABORAÇÃO NA EDIFICAÇÃO DO CORPO DE CRISTO.


Paz seja com todos,

13 comentários:

  1. Participei da entrevista Fala Multiplicador ficaria muito feliz se desse uma passadinha no meu blog Educar - O primeiro passo e deixasse um comentário.
    Bju

    ResponderExcluir
  2. A Paz querido irmão,

    Eu particularmente admiro muito o estudo da Palavra, principalmente se a pessoa que estiver ministrando for capacitada e separada com unção para esse ministério, o qual considero muito útil e precioso.
    Muitos cristãos que conheci e eram frequentadores da E.B.D, não conheciam o Novo Testamento, isso porque os "professores" só "ensinavam" sobre a antiga aliança. Para quem não tem entendimento, chamado e nem unção, fica fácil explorar os livros históricos contidos nos escritos veterotestamentários; entretanto, para compreender a Palavra revelada, é preciso ter o Espírito Santo como professor e aprender com Ele. O problema muitas vezes, é que o orgulho é maior que a dependência dEle, e esse sentimento de altivez faz com que a revelação seja bloqueada; neste caso, quem perde são os alunos que ficam sem entender os ensinamentos do Senhor Jesus e as orientações das cartas apostólicas. Portanto, sou a favor do Estudo da Bíblia e não de revistas comentadas, pois como disse o amado irmão, "A Bíblia é a fonte de toda sabedoria".

    Aproveito a ocasião para expressar minha opinião sobre o modismo de Bíblias comentadas:
    Não aconselho a ninguém ler tais Bíblias, pois as mesmas podem confundir os novos convertidos ou mesmo as pessoas mais simples, no sentido delas pensarem que a leitura de rodapé é parte integrante do Livro Sagrado, o que não é.
    Se querem fazer comentários, que escrevam livros a parte, sem contudo "pegar carona" nas Escrituras, influenciando de forma tendenciosa a interpretação bíblica, com o pretexto de querer ajudar, acabam atrapalhando o fluir do Espírito Santo, o qual deve ter total primazia na revelação do entendimento das Escrituras e na vida do leitor.

    Em Cristo,
    ***Lucy***

    ResponderExcluir
  3. Sei que em nenhum lugar da Bíblia consta a citação de EBD, mas dizer que os frequentadores da EBD são neófitos, é generalizar tais frequentadores.
    Acredito que em parte o irmão tem razão no que tange as revistas, os professores e os comentaristas das mesmas revistas. Sou frequentadora de EBD, e não me considero neófita.

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a irmã acredita que em parte as revistas são tendenciosas, os professores são desqualificados para a função e os comentaristas das referidas revistas fazem apologia dos seus dogmas/denominação; então, certamente a irmã não é uma neófita, pois em parte tem concordado com a ineficácia da EBD, a qual existe a mais ou menos um século; por conseguinte não consta doutrina bíblica sobre essa tal "escola", contudo o bispo (pastor, presbítero e etc...) deve ser apto para ensinar, exortar e consolar.

      Irmã, perdoe-me se de alguma forma feri sua sensibilidade, mas as vezes precisamos ser duros em prol do verdadeiro Evangelho, para que com isso, os cristãos despertem do adormecimento ou mesmo do comodismo religioso que, muitas vezes agrada a nossa alma (mente), mas em nada é proveitoso para o nosso espírito (coração) que tanto necessita da Palavra que é viva e eficaz para nos edificar (corpo, alma e espírito) e nos preparar para o encontro com o Senhor Jesus nas nuvens.
      Maranata, ora vem Senhor Jesus!

      Paz Seja Contigo,
      J.C.de Araújo Jorge.

      Excluir
  4. Sabe Discípulo, após ler seu post, comentar e ver sua resposta tão sincera e amorosa, fiquei a pensar:
    Acho que na verdade não tenho aprendido muito na EBD, as aulas são cansativas e na maioria das vezes, o assunto foge do texto proposto.
    Eu realmente estou desde a hora do almoço meditando neste artigo que o irmão postou, infelizmente o orgulho nos leva a pensar que estamos sendo alimentadas no espírito, no entanto, é a nossa carne que está sendo massageada e fortalecida. Com toda humildade eu reconheço que o irmão me fez despertar e que a partir de hoje vou estudar a Palavra de Deus com todo afinco, pedindo ao Espírito Santo a revelação da mesma. Agradeço suas atenciosas palavras, creia que sua resposta me ajudou muito.
    Obrigada!

    O seu ministério "duro por falar a Verdade" pode não ser reconhecido pelos homens, porém será recompensado pelo Senhor Jesus, porque assim como as suas palavras alcançou meu coração, alcançará a tantos outros que com certeza acessarão a sua página e serão libertos do engano religioso que aprisionam mentes e corações.
    Jesus te usou para falar comigo hoje!!!

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  5. Meu prezado irmão e discípulo, estou retornando as minhas atividades e lembrei de visitá-lo, uma vez que há tempos não acesso o seu blog.
    Esse tema (EBD) é muito discutível, sua coragem em expor tal assunto de modo tão singular me deixou de boca aberta literalmente falando.
    O irmão está alertando com sabedoria e exortando a prática correta de instrução. Infelizmente a religiosidade é a marca registrada desses frequentadores de EBDs, que bradam ter orgulho de suas reuniões dominicais.
    Eu sou adepto do Estudo da Bíblia, versículo por versículo, e para isso é necessário ter alguém chamado por Deus e com ministério de Mestre para fazê-lo com a dedicação e amor, como se o próprio Senhor Jesus estivesse pregando (ensinando). Na minha denominação não há EBD e sim estudo bíblico semanalmente.

    Sou professor no ensino fundamental e considero que, para tal função é necessário ter no mínimo amor pelas pessoas que carecem ser alfabetizadas. Portanto, a base de um bom professor é acima de tudo o amor pelas vidas, o que não vemos nas chamadas EBDs. Que os olhos espirituais de nossos irmãos sejam abertos para que a Verdade prevaleça.

    P.S. Desativei meu blog... motivos pessoais.

    Um forte abraço,
    Júnior Batista

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Multiplicador Araújo, desejamos muita paz pra você e a sua família!

    Venho em nome dos EDUCADORES MULTIPLICADORES convidar você a:
    @ Parabenizar os multiplicadores do mês;
    @ Dar as boas vindas aos novos multiplicadores;
    @ Retribuir comentários em sua postagem de publicação (na página índice).

    Multiplicador(a), precisamos de sua visita para que o Projeto Educadores Multiplicadores tenha vida e continue crescendo. Contamos com a sua presença! Os Multiplicadores agradecem sua gentileza e compreensão. Ah, em junho tem novidade no E.M.

    Excelente sábado, obrigado pela parceria, fiquemos na Paz de Deus e até breve.

    IRIVAN

    ResponderExcluir
  7. Boa Noite!
    Faço parte dos Educadores multiplicadores e passei aqui para visitar o seu Blog e achei tudo muito interessante. Parabéns!
    Estou te seguindo e aguardo a sua visita. Um grande abraço.
    http://professoracleides.blogspot.com.br/
    http://cleidespedagoga.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Sou terminantemente contra a Escola Dominical, enquanto ela substitui a boa pregação e ensino, que devem ser feitos de púlpito.

    Já fui professor da Escola Dominical e observo com o tempo, que Igrejas que tem Escola Dominical não se preocupam muito com um bom ensino da Palavra, enquanto pregação, enquanto ensino de púlpito. De novo batemos nisso: pregadores mal-preparados se metendo a ensinar os outros. Aliás se fossemos ver estritamente como deve ser uma Igreja, muitas delas deveriam serem fechadas agora, imediatamente.
    O conceito de Escola Dominical é muito bom: ensinar de uma forma mais aprofundada, ou dando espaço aos irmãos para que tenham respostas às suas muitas perguntas, que surgem na Igreja. Toda Igreja deve responder a contento sobre as coisas que acontecem nela. O problema começa de não ser o pregador principal, ou um deles que ensina na Escola Dominical. Da forma que fizeram, a ED é repassada a qualquer um. Sem brincadeira, é raro a Igreja que o professor, ou professora, é o mesmo de, pelo menos, três anos atrás. Porque três anos? Mais ou menos, só a título de ilustração. Eu creio que demora um ano até o professor conseguir começar a se fazer entender corretamente e o povo acostumar com ele(a). Vai mais um ano para sair do currículo imposto por outros e começar a mostrar serviço realmente. E do terceiro ano em diante já é para começar a formar obreiros. Pois a Escola Dominical é para formar obreiros. Tem que sair, obrigatoriamente, pregadores, obreiros e outros professores da ED. Não é o que estou vendo acontecer, em lugar nenhum.
    Mas porque surgem esses problemas com a ED? Porque o problema vem do púlpito. Uma Igreja que se preocupe em ensinar a Palavra de púlpito, na verdade, não precisa de ED.

    Um forte abraço,
    Jonathan Schneider
    Porto Alegre - RS

    ResponderExcluir
  9. Discordo do irmão quanto a ED, o problema não está nas revistas e sim na falta de preparo do professores seja no púlpito ou nas classes. Por exemplo os tópicos apresentados aqui, seriam como as revistas, acessórios, a base está na Bíblia Sagrada!

    Obs: não consiguo colocar meu nome aqui. O Que é URL?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Discípulo, permita-me responder ao anônimo...
      URL é qualquer endereço que tenha nas redes sociais.
      Exemplo:
      BLOG - FACEBOOK - EMAIL E ETC...


      OBS: Na caixa de comentário, aparece inúmeras opções para expressar sua opinião. Se não tiver rede social, pode comentar somente digitando o seu nome e estado de origem. Contudo, se colocar a URL (endereço/ link), ficará mais fácil a retribuição da visita.
      Nome: Lucy
      URL: http://frutodoespirito9.blogspot.com.br/

      Espero ter colaborado de alguma forma.

      Em Cristo,
      ***Lucy***

      Excluir

As refutações serão devidamente respondidas!
Não serão publicados comentários com os seguintes conteúdos:
- Palavrões;
- Conteúdos Ofensivos;
- Comentários Anônimos;

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...